International Space Shuttle (ISS)

FAQ
u…

 O que é a International Space Station? 
Não! Essa não vale! Se ouviste falar na MIR(!?), então a ISS é uma "coisa" mais "modernaça" e apetrechada, com vários outros países incluindo a Rússia... um programa com continuidade e ampliação, se entretanto não se zangarem os países todos! Foi iniciada em 2000/11/02.


 Que países estão ligadoa à International Space Station? 
A ISS é resultante do mais amplo programa internacional de cooperação mundial de ciência e tecnologia até à data, envolvendo a:
a NASA (Estados Unidos)
a RKA (Rússia)
a NASDA (Japão)
a CSA (Canadá)
a ESA (Alemanha, Aústria, Bélgica, Dinamarca, Espanha, Finlândia, França, Holanda, Irlanda, Itália, Noruega, Portugal, Reino Unido, Suécia e Suiça), como representante de um consórcio de 10 países.


 Há quanto tempo (dias e horas) está a ISS em órbita? 
Ver http://spaceflight.nasa.gov/station/index.html


 Qual é a área e o peso da ISS? 
Quando estiver completada, a ISS terá de área a equivalente à de um campo de futebol e pesará 455 ton. Teria sido impossível construir a ISS na Terra e depois enviá-la toda para o espaço, pois não existe foguetão capaz de tal realização. Acontece que a ISS tem sido gradualmente construída, peça-a-peça, em órbita, aproximadamente a 400 km de distância da superfície terrestre.


 Como começou e como deverá acabar a montagem da ISS? 
Seleccionar o link abaixo e depois premir a tecla F11 para visualizar o écrã inteiro
http://ravel.esrin.esa.it/multimedia/esa_iss_assembly_sequence/index_pop.html


 A que distância se encontra a ISS de nós? 
Depende do "momento". Logo que surge no horizonte encontra-se a 1 400 km e quando atinge a altura máxima no Céu encontra-se cerca de 400 km, mais ou menos a distância entre Lisboa e Valença, no Minho. Ver também a variação da altitude da ISS.

Para se ter uma ideia de escala, no plano: a Terra tem 12 mil km de diâmetro e a distância ISS-Terra são apenas 400 km. Representando isto numa folha de papel numa escala de 1 cm para mil km, a Terra corresponderia a um círculo de 12 cm e a órbita da ISS a uma circunferência concêntrica distando apenas 4 mm da Terra. Seguindo a mesma lógica a Lua seria representada a 300 cm (3 m) da Terra e com um diâmetro respectivo de 3 cm.


 A que velocidade se desloca a ISS? 
A ISS desloca-se à velocidade de 26  mil  km/h ou 7.2  km/s. A ISS está continuamente a "cair" à volta da Terra, tal como a Lua.


 Mas, a ISS: "dá" pra ver? 

Condições para poder ser vista: a ISS passar a menos de 500 km do local onde nos encontramos; o céu não estar muito nublado; nunca com o Sol acima do horizonte; e as condições ideiais são por altura dos crepúsculos vespertinos ou matutinos, com o Sol um pouco abaixo do horizonte, pois a ISS demora mais a entrar no cone de sombra da Terra.



 Porque é visível a ISS? 

Sobretudo porque tem painéis solares que reflectem a luz do Sol para a Terra, segundo a posição da ISS. A área coberta com painéis solares das 8 "asas" — cada uma com 32.6 m × 11.6 m — corresponde(rá), no total, a 3 025  m². Equivale a um quadrado com 55 m de lado.


 SW, ENE?… azimutes 
Ora! Essa é do ensino básico: NEWS (a ordem não é esta mas tem piada :^) = North, East, West & South (cardeais, só que estes não pertencem à Igreja Católica; são pontos ou orientações). Fala-se do "eixo" N-S e do "eixo" E-W sendo estes "eixos" (na verdade meridianos) perpendiculares. Depois existem os colaterais, que se encontram nas bissectrizes...


A bússola "de pernas para o ar", voltada para o céu fica com os pontos E-W trocados face ao plano do chão

Entre :
N e E = NE
N e W = NW
S e E = SE
S e W = SW

... e ainda entre
NE e E = ENE... e por aí fora...


Mas onde estão esse pontos relativamente ao horizonte?
O Sol "põe-se" "para o lado" do ponto W. O ponto SW fica um pouco à esquerda, entre S e W. O ponto ENE quase oposto (mas não é bem NE) fica entre __ e ___ (completar, por favor!)

 



 Como interpretar as coordenadas da trajectória? 

Sistema de coordenadas altazimutais.
A linha do horizonte (limpo) é a circunferência fronteira entre a abóbada celeste e a Terra. O observador está precisamente no centro dessa circunferência. As referências fundamentais de um objecto são: a altitude, elevação acima do horizonte, medida angular vertical entre 0º e 90º; e o azimute, medida angular horizontal a partir do cardeal N, entre 0º e 360º.


 Visão do céu no plano 
Exemplo de trajecto:



 Ver a ISS é um fenómeno raro? 
A ISS orbita a Terra dezasseis vezes por dia(!) [tem outras passagens mas muito pouco visíveis e por isso não vale a pena perder tempo...!] e, devivo à sua órbita irregular (do tipo linha de tricot), e também porque se encontra de facto, perto da superfície terrestre, só é visível ou antes do nascimento ou depois do ocaso do astro-rei (que tudo ofusca). Acresce ainda que a visibilidade da ISS depende sobretudo da orientação dos seus painéis solares face ao Sol e ao ponto de observação... Podem ver-se as previsões para outros dias e "ele há" épocas!


 O que significa magnitude? 
Quanto menor for o valor da magnitude mais visível se torna um objecto. Esta explicação valores é um pouco mais rebuscada: os antigos astrónomos (sobretudo os gregos alexandrinos) atribuíram para as estrelas magnitudes com valores ordinais: 1.ª grandeza (mais brilhantes, alpha) e 2.ª (beta) para não tão brilhantes como as primeiras, 3.ª (gamma) para outras de menor valor... e por aí fora, até que uns valentes séculos muito mais tarde os astrónomos (séc XVIII) basearam aquela escala grega num valor mais objectivo, medindo o fluxo luminoso. A estrela Sírus, mais brilhante no céu [até os navegadores chegarem mais abaixo] que só é visível a horas decentes lá para fins de Novembro, tem magnitude de -1 enquanto a Lua (em Lua Cheia) tem magnitude de -13 e o Sol mag de -26. Não se trata de uma escala linear: é logarítmica pois existe uma razão de brilho entre um valor inteiro e o seu antecendente de cerca de 2.5 superior.


 A ISS (ou outro satélite) pode confundir-se com um avião? 
Pode: mas talvez para quem nunca tenha tal visto! Um avião, por mais pequeno que seja, acaba sempre por denunciar luzes a piscar; os satélites não e estes deixam de se ver logo que entram no cone de sombra da Terra, o que não acontece com os aviões, devido à proximidade! A ISS brilhante parece-se mais com um bólide movendo-se não muito rapidamente e (bolas!) se o céu não estiver muito nublado, consegue-se ver durante alguns minutos, brilhante. Dentro de uns anitos, e com a ampliação programada, ainda se vai tornar num eterno...

Existem outros satélites (artificiais) também visíveis?
Of course! Já para não falar do HST (Hubble Space Telescope) menos brilhante, ou dos espectaculares Iridium flare, igualmente previsíveis.


 Consegue ver-se a ISS logo a aparecer do horizonte? 
Infelizmente não! O horizonte visível começa cerca de 8º altura do horizonte imaginário, devido sobretudo à poluição mas também à neblina que circunda o horizonte. Por isso os astrónomos colocaram um valor (mais realista) de 10º acima do horizonte.


 Existem astronautas dentro da ISS? 
Sure! Diz-lhes adeus! Eles não te vêm! Mas sabem bem por onde passam. E provavelmente não seria assim tão impossível verem-nos. A imagem seguinte é uma fotografia do vulcão Etna tirada da ISS:
Etna Ver proximidade da ISS em relação à superfície terrestre


 Pode saber-se com (muita) antecedência as passagens visíveis? 
Os modelos matemáticos são muito afinados mas frequentemente são realizados ajustes arbirtários às órbitas dos satélites, que estragam o long-term forecast. Provavelmente isto tem que ver com a variação da altitude da ISS… (ver acima)


Para subscrever e-mails com as predições das passagens visíveis: é necessário enviar um formulário. Mas na minha opinião, como observador da ISS, as passagens indicadas pela NASA não estão (tão) acertadas, como as do Heavens-Above... modelos diferentes?


ISS visível | enviar mail