Canto moço   Zeca Afonso




E  
E
  B7/5
  B7/5
 
E
 
E
  B7/5
  B7/5
12
 8
f, 3, 5
 
5, 7, f (3 om)
   
 
 
 
 
    Somos filhos da madru- gada,   pelas praias do mar nos vamos, à pro- cura de quem nos traga  ver- d'oliva de flor no
(rá.) Lá do cimo deu ma mon tanha, acen- demosu-ma fo- gueira para nãoseapa-gar a chama  que dá vida na noit'in-
  (rá.) Onde o vento cor tou a- marras:  larga- remos p'la  noite fora! Onde há sempreuma  boaes- trela, noite e diaao rom per da au-
E A(add9)   E   A(add9)   E   E   B7/5   B7/5  
 
   
 
 
 
 
ramo! Nave- gamos de vagaem vaga!  Não sou- bémos de dor nem mágoa! Pelas praias do mar nos vamos,  à pro- cura da manhã
teira!  Mensa- geira pomba, cha- mada,  compa- nheira da madru- gada! Quand'a noite vi- er que venha, lá do cimo deu ma mon-
rora!  Vira proa mi- nha ga- lera,  quea vitória já não es- pera!  Fresca brisa, moi raencan tada:  vira proa da minha
                               
E   B7/5   E   B7/5   E   B7/5 E   B7/5  
 
 
 
 
 
 
 
clara! Lá lá- rá la lá lá la rála. Lá lá- rá la lá lá la rá. Lá lá- rá la lá lá la rála. Lá lá- rá la lá lá la rá.
tanha! Lá lá- rá la lá lá la rála. Lá lá- rá la lá lá la rá. Lá lá- rá la lá lá la rála. Lá lá- rá la lá lá la rá.
barca! Lá lá- rá la lá lá la rála. Lá lá- rá la lá lá la rá. Lá lá- rá la lá lá la rála. Lá lá- rá la lá lá la rá.



Before printpedromfelix@clix.pthttp://pedro-felix.planetaclix.pt/harmonias/songpages.html